Sistemas Legados: Modernizando com APIs

Sistemas Legados

Com o avanço tecnológico e a constante evolução das necessidades empresariais, muitas organizações se veem presas a sistemas legados — softwares e infra-estruturas antigas que, embora tenham sido essenciais em seu tempo, agora enfrentam desafios de compatibilidade, escalabilidade e segurança.

A modernização desses sistemas tornou-se uma prioridade para empresas que desejam permanecer competitivas e ágeis no cenário atual.

Nesse contexto, as APIs (Interfaces de Programação de Aplicativos) emergem como uma solução chave para enfrentar os desafios da modernização e impulsionar a transformação digital.

Neste artigo, exploraremos o que são sistemas legados, os benefícios de adotar uma estratégia de APIs e como iniciar o processo de modernização.

O que são Sistemas Legados?

Sistemas legados referem-se a softwares, aplicativos ou infraestruturas tecnológicas antigas que ainda são utilizados por uma organização, apesar de sua idade avançada e relativa obsolescência.

Esses sistemas geralmente são desenvolvidos com tecnologias desatualizadas, tornando-se difíceis de manter e integrar com soluções modernas.

Como resultado, as empresas enfrentam problemas como baixa flexibilidade, falta de interoperabilidade com sistemas mais recentes, dificuldades de comunicação com novas aplicações e vulnerabilidades de segurança.

Portanto, é essencial que empresas que buscam se manter relevantes e competitivas adotem uma estratégia robusta de APIs.

O que são APIs?

API é a sigla para Interface de Programação de Aplicações. Essencialmente, elas funcionam como guias de comunicação que permitem que diferentes programas se entendam e cooperem, tornando nossas experiências digitais mais integradas.

As APIs são conjuntos de regras e protocolos que possibilitam a comunicação entre diferentes softwares. Elas fornecem uma interface consistente e padronizada para que os desenvolvedores possam interagir com os serviços e funcionalidades de um determinado sistema. 

Ao disponibilizar uma API, as empresas oferecem aos desenvolvedores externos a capacidade de construir sobre sua plataforma, estender suas funcionalidades e integrar seus serviços em outros aplicativos.

Tipos de APIs:

Existem diversos tipos de APIs, cada uma com suas características e casos de uso específicos. Alguns dos tipos mais comuns incluem:

  • RESTful: As APIs RESTful são baseadas nos princípios da arquitetura REST (Representational State Transfer) e utilizam métodos HTTP, como GET, POST, PUT e DELETE, para realizar operações em recursos.
  • SOAP: As APIs SOAP (Simple Object Access Protocol) são baseadas em XML e amplamente usadas em integrações de sistemas corporativos, permitindo a comunicação entre diferentes plataformas e linguagens de programação.
  • GraphQL: O GraphQL é uma linguagem de consulta e especificação para APIs que permite aos clientes solicitar exatamente os dados de que precisam, evitando a superbusca de dados comum em APIs RESTful.

O que é Integração de APIs?

Integração com APIs
Integração com APIs

A integração de APIs refere-se à conectividade perfeita que permite às organizações automatizar processos de negócios, tarefas e melhorar o compartilhamento e incorporação de dados entre diversos aplicativos e sistemas. 

Por exemplo, um aplicativo como o Tripadvisor agrega dados de várias companhias aéreas e hoteis por meio de suas APIs. Outro exemplo é a sincronização de leads entre sistemas de automação de marketing, como Marketo, e CRMs, como Salesforce, permitindo que as equipes de vendas trabalhem com esses dados.

Hoje, a integração de APIs é essencial para a TI empresarial moderna. A questão não é mais se as APIs são necessárias, mas quantas são necessárias e como serão criadas e publicadas. As empresas têm agora muitas opções disponíveis para criar e integrar APIs.

Quais os benefícios de realizar a integração de APIs?

Desde sua criação, as APIs têm facilitado várias rotinas de trabalho dentro das empresas, otimizando, automatizando e ajudando na escalabilidade dos negócios.

Aqui estão alguns dos benefícios proporcionados pela integração via API:

  • Facilidade de integração: APIs são fáceis de integrar graças aos padrões definidos, facilitando o trabalho dos desenvolvedores. Embora seja necessário entender a documentação da API, no geral, é um sistema acessível para qualquer tecnologia.
  • Automatização de processos: APIs reduzem atividades manuais, ajudando na automatização de tarefas e economizando tempo. Por exemplo, no setor de transporte, uma API pode otimizar o planejamento de rotas, economizando tempo e recursos.
  • Inovação para a empresa: A integração via API melhora a operação de diferentes processos na empresa, aumentando a eficiência dos serviços e acelerando o desenvolvimento dos negócios. Além disso, APIs permitem personalizar sistemas para agradar diferentes tipos de clientes, aumentando a fidelização e a produtividade da empresa.

O que são APIs modernas? 

APIs modernas são interfaces de programação que permitem a comunicação eficiente e flexível entre diferentes sistemas. Desenvolvidas com tecnologias contemporâneas, essas APIs são projetadas para serem escaláveis e adaptáveis, facilitando a integração e a interação entre diversos aplicativos.

Porque adotar as APIs para a modernização dos Sistemas Legados?

Modernização
Modernização

Uma estratégia de APIs é crucial para a modernização de sistemas legados, oferecendo uma abordagem eficaz para superar as limitações dessas tecnologias antiquadas. 

As APIs atuam como pontes que permitem a interação entre diferentes sistemas e aplicativos, independentemente de suas tecnologias subjacentes, possibilitando a criação de uma arquitetura de TI modular, flexível e integrada.

Além disso, as APIs facilitam a exposição controlada de funcionalidades específicas dos sistemas legados, permitindo que eles sejam estendidos e utilizados por meio de aplicativos modernos. 

Ao adotar uma estratégia de APIs para a modernização de sistemas legados, as empresas podem:

  • Facilitar a integração: As APIs tornam a integração com sistemas legados mais ágil, reduzindo a necessidade de modificar drasticamente o código existente.
  • Promover a inovação: Ao permitir que sistemas legados sejam acessados por meio de APIs, novos recursos e funcionalidades podem ser adicionados aos aplicativos modernos, estimulando a inovação.
  • Aumentar a segurança: Através do uso de APIs, é possível implementar uma camada de segurança adicional, protegendo os sistemas legados de possíveis vulnerabilidades.
  • Acelerar o desenvolvimento: A reutilização de funcionalidades dos sistemas legados por meio de APIs pode acelerar o desenvolvimento de novos aplicativos e serviços.

Como integrar sistemas legados com APIs modernas?

Integrar sistemas legados com APIs modernas pode parecer um desafio, mas existem algumas abordagens que podem facilitar o processo:

  • Avalie os sistemas legados: Antes de iniciar a integração, é crucial avaliar o estado atual dos sistemas legados. Isso ajudará a identificar as limitações e as áreas que necessitam de melhorias.
  • Crie uma camada de abstração: Uma camada de abstração atua como um intermediário entre o sistema legado e as APIs modernas, simplificando a integração e permitindo uma comunicação mais eficiente entre ambos.
  • Use ferramentas de integração: Existem diversas ferramentas de integração disponíveis que podem automatizar partes do processo, reduzindo o tempo e os custos envolvidos na integração.
  • Atualize gradualmente: Atualizar um sistema legado pode ser complexo e demorado. Em vez de atualizar tudo de uma vez, considere atualizar partes do sistema gradualmente para reduzir riscos e custos associados à atualização.

Benefícios de Integração de Sistemas Legados com APIs Modernas:

Integração
Integração

Integrar sistemas legados com APIs modernas pode oferecer uma série de benefícios para a empresa, incluindo:

  • Maior eficiência: A integração pode melhorar a eficiência do sistema, permitindo uma comunicação mais rápida e eficiente entre diferentes sistemas.
  • Maior escalabilidade: APIs modernas são projetadas para serem escaláveis, permitindo que as empresas gerenciem volumes crescentes de tráfego sem comprometer a funcionalidade do sistema.
  • Maior flexibilidade: A integração aumenta a flexibilidade do sistema, permitindo que as empresas respondam rapidamente a mudanças nas necessidades de negócios ou no ambiente competitivo.
  • Redução de custos: A integração pode ajudar a reduzir os custos de manutenção e atualização dos sistemas legados, evitando os altos custos associados à substituição completa desses sistemas.
  • Melhoria na qualidade dos dados: A integração permite uma melhor integração e sincronização de dados de diferentes sistemas, melhorando a precisão e eficiência dos dados.
  • Melhoria na experiência do usuário: A integração pode melhorar a experiência do usuário, permitindo um acesso mais fácil e rápido aos recursos do sistema.

Porque apostar na integração?

Cada vez mais empresas estão adotando a integração via API para melhorar a eficiência e a agilidade dos seus processos, substituindo tarefas manuais por automação eficazes.

Através das APIs, é possível automatizar diversas funções, como emissão de notas fiscais, automação de marketing e gerenciamento logístico, entre outras.

Otimização de processos e redução de custos são os principais benefícios a curto prazo oferecidos pela tecnologia API, e muitas empresas estão apostando nela para maximizar o aproveitamento dos dados disponíveis.

Conclusão

A integração de APIs modernas para a atualização de sistemas legados é uma solução estratégica que permite às empresas modernizar suas infraestruturas tecnológicas de maneira eficaz. 

Com APIs, é possível facilitar a integração de novas soluções, otimizar processos e reduzir custos, enquanto se prepara para um futuro mais inovador e adaptável. Esse processo não apenas melhora a eficiência operacional, mas também posiciona a empresa de forma vantajosa no mercado.

Compartilhe nas mídias:

Obtenha Acesso Imediato a todos WebServices!

Tenha acessos a todos os dados e API de WS.

Destaques: