Segurança das APIs

Segurança das APIs

As APIs (interface de programação de aplicativos) são utilizadas pelas empresas para integrar serviços e dados e melhorar a experiência do usuário. Essa aplicação pode conectar softwares de forma acessível e prática, por esse motivo, essa ferramenta vem tomando cada vez mais espaço, e assim, a segurança das APIs se mostra cada vez mais necessária. 

Com esse amplo uso, as APIs também se tornam alvo frequente de ciberataques. Devido a sua alta compatibilidade com grande maioria dos web serviços disponíveis, é certo que elas representam um risco à segurança. Dessa forma, proteger as suas APIs é essencial. Esse artigo irá discorrer mais sobre o que é a segurança de API e como aplicar esse fator na sua empresa com alguns tópicos como: 

O que é segurança das API? 

A segurança de API é, basicamente, o processo de proteção dessa aplicação contra ataques, que podem vir de formas variadas. Portanto, monitorar essas aplicações e tomar certas medidas é importante. Monitorar as vulnerabilidades da sua API é uma forma de segurança, assim, segue abaixo as principais vulnerabilidades para as APIs de acordo com a Open Web Application Security Project (OWASP):

  1. Quebra de Controle de Acesso
  2. Falhas Criptográficas 
  3. Injeção 
  4. Design Inseguro
  5. Configuração Insegura
  6. Componente Desatualizado e Vulnerável 
  7. Falha de Identificação e Autenticação
  8. Falha na Integridade de Dados e Software
  9. Monitoramento de Falhas e Registros de Segurança
  10. Falsificação de Solicitação do Lado do Servidor

Quais são os riscos de segurança das APIs? 

Exploração de vulnerabilidade: Os invasores podem explorar as falhas na construção usando dados especialmente criados. Essas falhas são chamadas vulnerabilidades que podem facilitar o acesso do invasor a API ou seu aplicativo correspondente.

Ataques baseados em autenticação: É necessário um processo de autenticação para que a solicitação feita pelo cliente na API seja então feita pelo servidor de API, assim solicitações legítimas ou desconhecidas não são processadas. Porém, existem muitas formas de um invasor obter as credenciais legítimas, roubar uma chave de API ou interceptar e usar um token de autenticação, por exemplo.

Erros de autorização: Cada usuário tem um nível de acesso determinado pela autorização. Essa autorização deve ser gerenciada com cuidado, senão um cliente pode ter acesso indevido a dados e aumentar a chance de violação de dados. 

Ataques DoS e DDoS: Se muitas solicitações são feitas para uma API pode retardar ou interromper totalmente o serviço de outros clientes. Assim, alguns invasores podem utilizar técnicas de negação de serviço (DoS) ou de negação de serviço distribuída (DDoS).

Medidas fortes de autenticação e segurança podem assegurar que os dados não serão vazados e que somente clientes autorizados podem realizar solicitações para essa API. 

Segurança de API REST e API SOAP

Segurança das APIs
API REST vs API SOAP

A segurança das APIs web está centralmente preocupada com a transferência de dados por meio de APIs conectadas à Internet. O OAuth (Open Authorization) representa o padrão open source para delegação de acesso. Esse protocolo permite o compartilhamento do acesso para terceiros sem a necessidade de senhas específicas. Além disso, as APIs em sua maioria são Transferência de Estado Representacional (REST) ou de Protocolo Simples de Acesso a Objetos (SOAP), assim elas possuem suas próprias características.

API REST

A segurança em APIs REST é um componente crítico para garantir a proteção dos dados e a integridade dos sistemas. 

As APIs REST empregam o HTTP e suportam a criptografia do protocolo TLS para manter as comunicações seguras e privadas. Isso garante que os dados transferidos entre sistemas sejam criptografados, protegendo contra alterações não autorizadas. Ao usar URLs HTTPS, indicativas de conexões seguras, as informações sensíveis, como detalhes de cartão de crédito em sites de compras, ficam inacessíveis a hackers.

Além disso, as APIs REST adotam o JSON para facilitar a transferência de dados por meio de navegadores. Isso elimina a necessidade de armazenar ou reestruturar os dados, resultando em maior velocidade em comparação com as APIs SOAP, que às vezes são mais lentas.

API SOAP 

A segurança em APIs SOAP, semelhante a API REST, possui suas práticas específicas para garantir sua segurança. 

As APIs SOAP empregam os protocolos integrados WS Security, uma especificação que fornece um conjunto de extensões para adicionar segurança às mensagens SOAP. Ela define como incluir assinaturas digitais, criptografia e tokens de segurança nas mensagens SOAP, seguindo regras definidas para confidencialidade e autenticação. Compatíveis com padrões de organizações renomadas como a OASIS e o W3C, usam criptografia XML, assinaturas XML e tokens SAML para garantir autenticação e autorização. Essas APIs oferecem medidas de segurança mais amplas, mas exigem maior esforço de gerenciamento, sendo mais recomendadas para empresas com dados sensíveis.

A importância da segurança das APIs

Em resumo, a segurança das APIs é fundamental para proteger dados, evitar ataques, manter a confiança dos usuários, cumprir regulamentações e garantir a continuidade dos negócios, uma vez que a  violação de segurança pode interromper as operações de uma empresa, resultando em perda de receita e danos à reputação. Assegurar a segurança das APIs é essencial. Essas vantagens podem garantir maior otimização no trabalho, evitando gastos desnecessários. 

Além disso, essas práticas podem garantir o cumprimento de certas regulações. Muitos setores têm regulamentos rígidos de segurança de dados, como a GDPR na União Europeia ou a HIPAA nos EUA. As empresas precisam garantir que suas APIs estejam em conformidade com essas normas.

As práticas mais comuns para a segurança das APIs 

Algumas boas práticas são incentivadas para garantir a segurança das aplicações. Algumas delas são: 

  • Identificar vulnerabilidades
  • Usar cotas e limites
  • Descobrir e monitorar todas as APIs
  • Aproveitar as soluções de segurança existentes

Seguir esses passos pode garantir que as APIs terão o devido cuidado e não deixará brechas que poderiam ser exploradas por invasores, assim garantindo a segurança das APIs e consequentemente, os dados preservados nela. 

Conclusão sobre a Segurança das API

Portanto, aplicar a segurança de APIs é importante e deve ser um passo cuidadosamente deliberado pelas empresas. Garantir que as APIs que fornecem os serviços estejam seguras garante a proteção dos dados, o que, hoje em dia, está em primeiro lugar nas prioridades das empresas e governos. 

Essa prática pode variar dependendo do tipo de API utilizada, porém todas elas compartilham das mesmas vantagens, como manutenção da confiança do usuário e prevenção contra ataques cibernéticos, por exemplo. Assim, aplicar essas dicas pode alavancar seu negócio.

Compartilhe nas mídias:

Obtenha Acesso Imediato a todos WebServices!

Tenha acessos a todos os dados e API de WS.

Destaques: