Edge Computing e IoT: O que são?

Edge Computing

Edge computing é um conceito que descentraliza a computação, trazendo-a para mais perto dos dispositivos e usuários finais. Isso melhora a eficiência e a conectividade, principalmente em ambientes com muitos dispositivos interconectados, como a Internet das Coisas (IoT).

Com a edge computing, inovações como veículos autônomos, realidade aumentada e eHealth podem ser otimizadas, uma vez que o processamento de dados ocorre localmente, reduzindo latência e consumo de energia. Essa tecnologia representa um novo paradigma que está mudando a forma como lidamos com a computação e a análise de dados, especialmente no contexto da IoT.

Explicamos de forma simples os bastidores dessa tecnologia no artigo que segue: 

O que é Edge Computing? 

A Edge Computing, ou computação de borda, é um novo modelo de processamento de dados da IoT, que ocorre mais próximo da fonte de origem dos dados, na periferia da rede, em vez de centralizar em data centers remotos, como na Cloud Computing

Podemos comparar esse conceito com governos regionais que descentralizam a gestão em um país, evitando sobrecarregar o governo central.

Essa abordagem permite às empresas usar e distribuir recursos de forma mais eficiente, escalando a infraestrutura para atender à crescente demanda de dispositivos e dados. Ao colocar os serviços de computação mais próximos dos locais onde são necessários, os usuários experimentam uma melhora na velocidade e estabilidade dos serviços, resultando em uma melhor experiência geral. 

Além disso, as empresas podem oferecer suporte a aplicações sensíveis à latência, identificar tendências e fornecer soluções e serviços aprimorados.

O que é IoT?

A Internet das Coisas (IoT) é a interconexão de objetos físicos à internet, abrangendo sistemas de dispositivos que recebem e enviam dados sem intervenção humana direta. Esses dispositivos operam enviando, recebendo e analisando dados de forma contínua, em um ciclo de feedback. 

A análise dos dados pode ser realizada em tempo real por humanos ou por meio de inteligência artificial e aprendizado de máquina (IA/ML), ao longo de períodos mais longos. A designação “inteligente” geralmente está associada à IoT, englobando veículos autônomos, residências inteligentes, relógios inteligentes, realidade virtual e aumentada, bem como a IoT industrial.

IoT + Edge Computing: Como funciona?

IoT: Internet das Coisas
IoT: Internet das Coisas

A Internet das Coisas (IoT) beneficia-se ao processar dados mais próximos de onde são gerados pelos dispositivos físicos. Para garantir respostas rápidas e resolver problemas de forma eficiente, os dados da IoT precisam ser analisados na borda, sem precisar retornar a um local central para essa análise.

A computação de borda fornece poder de processamento e armazenamento local para atender às necessidades dos dispositivos IoT. 

Alguns dos benefícios de usar IoT e edge computing juntas incluem: 

  • Tempos de resposta mais rápidos 
  • Melhor uso da largura de banda 
  • Operação contínua offline
  • Tomada de decisões rápidas com análise e machine learning

Em um sistema IoT, um gateway pode enviar dados da borda de volta para a nuvem, data center centralizado ou para sistemas de borda, onde serão processados localmente. 

A IoT refere-se à capacidade de objetos se tornarem inteligentes por estarem conectados à internet, permitindo que recebam e enviem dados sem intervenção humana. 

A edge computing desempenha um papel fundamental ao facilitar a transmissão e o tratamento de dados em tempo real, minimizando problemas causados por falhas na conexão, como no caso de carros autônomos. 

Dessa forma, os dispositivos de IoT podem ter capacidade computacional e de processamento sem depender exclusivamente da nuvem.

Qual a importância da edge computing?

A computação de borda é uma tecnologia que tem o potencial de transformar fundamentalmente a forma como as empresas operam, indo muito além de apenas alguns aspectos das estruturas organizacionais.

Ela introduz novos padrões de privacidade e segurança de dados, além de melhorar a responsividade e confiabilidade dos sistemas. Um exemplo claro é o impacto positivo na realidade aumentada, que depende de uma conexão web robusta para proporcionar uma experiência imersiva.

Ao transferir partes do pipeline de renderização para a borda, a computação de borda resolve problemas relacionados à latência e à conectividade.

Outros benefícios incluem a capacidade de análise e coleta de dados, permitindo decisões quase instantâneas. Além disso, a borda reduz o risco de vazamento de dados, já que os dados são armazenados localmente e processados de acordo com a capacidade disponível.

Dessa forma, as organizações têm maior controle sobre a divulgação de informações e conseguem se adequar melhor às políticas regulatórias.

A ‘edge computing’ e sua relação com outras tecnologias

Além da Internet das Coisas, a Edge Computing está profundamente interligada a outras tecnologias-chave na revolução digital. Algumas dessas tecnologias incluem:

  • 5G: A Edge Computing e a rede 5G possuem uma relação simbiótica. Por exemplo, em um veículo autônomo, as respostas em tempo real dependem tanto da velocidade de processamento da Edge Computing quanto da baixa latência do 5G. As vantagens oferecidas por ambas as tecnologias dependem uma da outra para alcançar seu potencial máximo.
  • Big Data: Nem todas as informações transmitidas pelos dispositivos IoT, que contribuem para o universo do Big Data, são realmente úteis. Isso pode tornar o trabalho de análise mais lento devido ao excesso de dados. A Edge Computing pode atuar como um filtro, enviando para a nuvem apenas as informações relevantes de acordo com os parâmetros definidos, o que também ajuda a reduzir o consumo de energia.
  • Machine Learning: Os algoritmos de Machine Learning, quando combinados com a Edge Computing, possibilitam que dispositivos conectados reajam em tempo real e aprendam padrões para tomar decisões mais inteligentes no futuro.

Guia de Vantagens da Edge Computing

Vantagens da Edge Computing e IoT
Vantagens da Edge Computing e IoT

A Edge Computing oferece uma abordagem inovadora ao processamento de dados, trazendo a computação para mais perto dos dispositivos e fontes de dados. Essa proximidade traz uma série de vantagens significativas, como redução da latência, maior velocidade de processamento, maior segurança e eficiência energética. Venha entender como a Edge Computing se diferencia dos outros tipos de computação:

Edge Computing x Cloud Computing

A Edge Computing oferece diversas vantagens em relação à Cloud Computing, reduzindo o consumo de energia, a largura de banda e a latência ao processar dados localmente, em vez de enviá-los para um Data Center remoto. 

Algumas das principais vantagens incluem:

  1. Diversificação: Com o crescimento exponencial do número de dispositivos IoT nos próximos anos, a Edge Computing se tornará cada vez mais relevante como estratégia para evitar a sobrecarga do sistema central.
  2. Cibersegurança: Ao distribuir informações em vários dispositivos, há menos dados armazenados em ambientes de nuvem, o que significa que, em caso de ataque, o impacto será mínimo.
  3. Velocidade: Ao processar dados localmente, a resposta é instantânea, viabilizando tecnologias como veículos autônomos ou dispositivos de saúde para emergências.

A Edge Computing complementa a Cloud Computing, melhorando a utilidade dos dispositivos e enviando dados à nuvem para análises mais profundas e implementação de avanços. 

Além disso, entre ambas, existe a Fog Computing, que descentraliza a nuvem em “névoas” distribuídas pelo mundo, para estar mais próxima dos dispositivos conectados e processar dados em nodos de rede próximos.

Conclusão

A computação de borda (edge computing) e a Internet das Coisas (IoT) representam uma mudança significativa na forma como as empresas operam e interagem com o mundo. 

Ao descentralizar o processamento de dados e aproximar o poder computacional dos dispositivos e fontes de dados, a edge computing torna possível uma resposta mais rápida e eficiente, abrindo portas para inovações como carros autônomos, casas inteligentes e saúde conectada. 

Essas tecnologias não só melhoram a eficiência e a conveniência em diversos setores, como também impulsionam a economia global, gerando novas oportunidades de negócios e promovendo o desenvolvimento de soluções cada vez mais inteligentes e conectadas.

Compartilhe nas mídias:

Obtenha Acesso Imediato a todos WebServices!

Tenha acessos a todos os dados e API de WS.

Destaques: